• Quadro de Honra

    - 2º Período -

    Consulte aqui a lista de alunos
    que integram o Quadro de Honra

  • Projeto Melhor Turma da Escola

    - 2º Período - 

     

    Consulte aqui o ranking final das turmas do 2º e 3º Ciclos e Ensinos Secundário e Profissional

  • AVISO DE ABERTURA

    Concurso para Seleção do Diretor do Centro de Formação
    de Associação de Escolas Terras do Montado

    1 — Abertura do Concurso e Regime Legal aplicável

    Torna-se público que se encontra aberto o concurso para apresentação da candidatura ao exercício do cargo de Diretor do Centro de Formação de Associação de Escolas Terras do Montado, ao abrigo do Decreto – Lei n.º 22/2014, de 11 de fevereiro, que define o novo Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, e no cumprimento do disposto no ponto 3, do artigo 32.º de referido Decreto-Lei, o qual enuncia que até à publicação da regulamentação aí prevista se mantém em vigor a que foi aprovada pelo Decreto -Lei n.º 249/92 de 9 de novembro, alterada, por ratificação, pela Lei n.º 60/93 de 20 de agosto, pelo Decreto -Lei n.º 274/94, de 28 de outubro, pelo Decreto -Lei n.º 207/96, de 2 de novembro, pelo Decreto -Lei n.º 155/99, de 10 de maio e pelo Decreto -Lei n.º 15/2007, de 19 de janeiro, no prazo estabelecido no presente aviso.

     

    2 — Processo do Concurso

    2.1 — As candidaturas deverão ser apresentadas entre os dias 2 e 6 de março de 2015 inclusive, nos serviços administrativos da escola sede do Agrupamento de Escolas de Mértola, sede do Centro de Formação, durante o período de funcionamento dos serviços, das 8:30 horas até às 18:00 horas do último dia do prazo.

    2.2 — O processo de candidatura é instruído com os seguintes documentos:

    a)       Requerimento dirigido à Comissão Pedagógica do Centro de Formação de Associação de Escolas Terras do Montado;

    b)       Projeto de Intervenção para o CFAE Terras de Montado com o máximo de cinco páginas, a entregar pelo candidato;

    c)       Curriculum Vitae, acompanhado pelos respetivos comprovativos documentais, datado e assinado.

     

    3 — Competências e Estatuto do Diretor do Centro de Formação

    3.1 — As competências do Diretor do Centro de Formação são as constantes do artigo 26.º do regime legal aplicável.

    3.2 — O Estatuto do Diretor de Centro de Formação é o constante do artigo 27.º do regime referido no ponto anterior.

     

    4 — Requisitos de Candidatura

    Só podem ser opositores ao presente concurso docentes pertencentes aos quadros das Escolas/Agrupamentos que integrem o respetivo centro de formação.

     

    5 — Seleção

    Por deliberação da comissão pedagógica de 9 de fevereiro de 2015 a apreciação das candidaturas será efetuada pela própria comissão.

     

    6 — Critérios de Seleção

    A análise das candidaturas será efetuada com base na seguinte metodologia:

    6.1 — Apreciação do projeto de intervenção a entregar pelo candidato, que deverá conter as linhas de orientação gerais e estratégicas a desenvolver, tendo em conta a realidade dos agrupamentos e escolas associadas;

    6.2 — Análise do currículo e restante documentação anexada pelo candidato;

    6.3 — Realização de uma entrevista de avaliação de competências, que permitirá avaliar o perfil e conhecimentos do candidato para o desempenho de funções como Diretor do Centro de Formação de Associação de Escolas Terras do Montado.

    7 — Seriação

    Após a receção das candidaturas e verificados os requisitos de admissão, proceder-se-á à avaliação das mesmas, tendo em atenção os seguintes critérios e pontuações:

    a)       Apreciação do projeto de intervenção entregue pelo candidato – (Pontuado de 0 a 35 pontos);

    b)       Análise do currículo do candidato:

    i.            Exercício anterior do cargo de Diretor de um Centro de Formação de Associação de Escolas – (1 ponto por cada ano de exercício até ao máximo de 5);

    ii.            Exercício anterior de cargos em órgãos de gestão de escolas (diretor(a), subdiretor(a), adjunto(a), presidente de conselho executivo, vice-presidente de conselho executivo ou secretário) – (1 ponto por cada ano de exercício até ao máximo de 15);
    iii.            Habilitações literárias (não acumuláveis) – (Bacharelato - 3 pontos; Licenciatura - 5 pontos; Pós-Graduação - 6 pontos; Mestrado Pós-Bolonha - 6 pontos; Mestrado Pré-Bolonha - 7 pontos; Doutoramento - 10 pontos);
    iv.            Tempo de serviço docente - (1 ponto por cada módulo de 3 anos até ao limite de 5 pontos).

     

    c)       Entrevista (Pontuada de 0 a 30 pontos);

    d)       Em caso de empate entre dois ou mais candidatos será utilizado como critério de desempate o valor correspondente aos dias de tempo de serviço docente.

     

    8- Regras de Exclusão

    a)       Não comprovar documentalmente as declarações prestadas;

    b)       Não enviar/entregar a documentação necessária;

    c)       Não cumprir os prazos previstos no presente aviso de abertura.

     

    9 — Publicação dos Resultados do Concurso

    Finda a análise das candidaturas será efetuada uma lista de ordenação inicial, a qual será submetida ao plenário da Comissão Pedagógica e, posteriormente, afixada em todas as Escolas/Agrupamentos que integram o Centro de Formação. A referida afixação considera-se como audiência dos candidatos.

    A lista de ordenação inicial será afixada no dia 18 de março de 2015, podendo os candidatos pronunciar-se pelo prazo de cinco dias úteis, após a data da afixação.

     

    10 — Publicação das listas de classificação final

    A afixação da lista de classificação final terá lugar no dia 26 de março de 2015, tendo-se a mesma por notificação dos interessados.

     

    11 — Aceitação do lugar tomada de posse

    Nos três dias úteis subsequentes à afixação da lista de classificação final, o candidato colocado em 1.º lugar, confirmará por escrito à comissão pedagógica a aceitação do cargo, ocorrendo a tomada de posse em reunião da Comissão Pedagógica do Centro de Formação da Associação de Escolas Terras do Montado marcada para o efeito, e comunicada ao candidato.

     

    Mértola, 23 de fevereiro de 2015

    O Diretor

    /Júlio Manuel Salvador da Silva/

  • ADENDA/CORREÇÃO AO AVISO DE ABERTURA

    -ALTERAÇÃO DE PRAZOS-

    Concurso para Seleção do Diretor do Centro de Formação
    de Associação de Escolas Terras do Montado

    1 — Prolongamento do período para apresentação de candidaturas

    Torna-se público que devido ao atraso da publicação do aviso de abertura por parte da Imprensa Nacional Casa da Moeda, foi prolongado o período para apresentação de candidaturas ao exercício do cargo de Diretor do Centro de Formação de Associação de Escolas Terras do Montado, até ao próximo dia 20 de março de 2015.

    2 — Processo do Concurso

    As candidaturas deverão ser apresentadas nos serviços administrativos da escola sede do Agrupamento de Escolas de Mértola, sede do Centro de Formação, durante o período de funcionamento dos serviços, das 8:30 horas até às 18:00 horas do último dia do prazo.

    3 — Publicação dos Resultados do Concurso

    Finda a análise das candidaturas será efetuada uma lista de ordenação inicial, a qual será submetida ao plenário da Comissão Pedagógica e, posteriormente, afixada em todas as Escolas/Agrupamentos que integram o Centro de Formação. A referida afixação considera-se como audiência dos candidatos, podendo os mesmos pronunciar-se sobre a lista de ordenação inicial pelo prazo de cinco dias úteis após a sua afixação.

    4 — Publicação da lista de classificação final

    A afixação da lista de classificação final terá lugar até ao final do mês de abril, tendo-se a mesma por notificação dos interessados.

     

    Mértola, 9 de março de 2015

     

    O Diretor

    /Júlio Manuel Salvador da Silva/

  • LEGISLAÇÃO 

    DOCUMENTAÇÃO

  • Concursos para docentes 2015/2016

    Legislação e documentação de apoio: 

    Prazo

    De 9 de março até às 18.00h do dia 20 de março de 2015.

    Apresentação ao concurso

    A aplicação para concorrer está disponível AQUI

    Os docentes de QZP colocados ao abrigo do Decreto-Lei n.º 60/2014, de 22 de abril [último concurso extraordinário], são obrigatoriamente, candidatos ao concurso interno, sob pena de anulação da colocação obtida, apenas na opção de transferência.

    Os docentes contratados que pretendam candidatar-se à contratação inicial deverão manifestar essa intenção já nesta fase do concurso.

    Opções de candidatura

    Na candidatura integrada, os candidatos têm possibilidade de serem opositores ao concurso interno, externo e/ou contratação de acordo com a tipologia do tipo de candidato:

    Candidatos do tipo “QA/QE”, Concurso Interno;

    Candidatos do tipo “QZP”, Concurso Interno;

    Candidatos do tipo “LSVLD” (licença Sem Vencimento de Longa Duração), Concurso Interno; Concurso Externo; Contratação Inicial;

    Candidatos do tipo “Externo”, Concurso Externo; Contratação Inicial;

    Manifestação de preferências

    Docentes de quadro de agrupamento de escolas ou de escola não agrupada - o limite mínimo estipulado não tem caráter obrigatório. Podem manifestar preferência por mudar de lugar de provimento para outro agrupamento de escolas ou de escola não agrupada ou para quadro de zona pedagógica.

    Docentes de carreira providos em quadro de zona pedagógica - o limite mínimo estipulado não tem caráter obrigatório. Podem manifestar preferência por mudar de lugar de provimento para outra zona pedagógica ou para lugar de quadro de agrupamento ou de escola não agrupada

    Docente de carreira colocados em Mobilidade Interna

    Para os docentes do quadro de agrupamento de escolas ou escolas não agrupadas e quadros de zona pedagógica colocados por mobilidade interna,  cessam a plurianualidade com a realização do concurso interno.

    Os docentes do quadro de zona pedagógica que não obtenham colocação no concurso interno em agrupamento de escolas ou escolas não agrupadas são, obrigatoriamente, candidatos a mobilidade interna [concurso que provavelmente decorrerá em julho].

    Renovação de Colocação

    Para efeitos de colocação para o ano escolar de 2015/2016 haverá lugar a renovação do contrato a termo resolutivo em horário anual e completo se preenchidos, cumulativamente, os seguintes requisitos:

    Inexistência de docentes de carreira no grupo de recrutamento a concurso e que tenham manifestado preferência por esse agrupamento de escolas ou escola não agrupada;

    Manutenção do horário letivo anual e completo, apurado à data em que a necessidade é declarada;

    Avaliação de desempenho com a classificação mínima de Bom;

    Concordância expressa das partes.

    DOCUMENTAÇÃO

    Nota Informativa do Concurso

    Aviso de Abertura

    Portaria n.º 57-C/2015, de 27 de fevereiro, (vagas dos AE/ENA e QZP)

    Decreto-Lei n.º 132/2012, de 27 de junho, na redação conferida pelo Decreto-Lei n.º 83-A/2014

    Calendário resumido do Concurso

    Outros documentos a consultar

    Ligações:

    DGAE (Direcção Geral da Administração Educativa)

    O Diretor

    Júlio Manuel Salvador da Silva

     

  • Informação para os Encarregados de Educação

    Ano Letivo 2014/2015

    Venho pelo presente informar V. Exas. que já foram disponibilizados no portal do agrupamento os critérios de avaliação para o ano letivo em curso. Consulte por favor este link.

    Com os melhores cumprimentos

    O Diretor

  • Formulário de Introdução

    de Alterações ao PAA

    Vimos por este meio informar a comunidade escolar que já está disponível o formulário eletrónico para lançar alterações ao PAA.

    Mais informo que o formulário pode ser acedido a partir de aqui!

     
    O Director

    Júlio Manuel Salvador da Silva

  •  Calendário 
     
    Escolar 2014/2015
      
     

    Clique na figura para consultar o Calendário Escolar

     

     

  • O CQEPBA visa apoiar jovens e adultos:

    - Identificando respostas educativas e formativas adequadas ao seu perfil das pessoas e às necessidades do tecido empresarial,

    Destinado a todos os que procuram uma qualificação, tendo em vista o prosseguimento de estudos e/ou formação profissional.

    O CQEPBA irá intervir ao nível do processo de RVCC escolar (Primeiro, Segundo e Terceiro Ciclos do Ensino Básico e Ensino Secundário); bem como estabelecer parcerias ao nível do RVCC Profissional, de acordo com as necessidades identificadas.

    Os candidatos interessados em completar a escolaridade ou em adquirir formação ou valorização profissional deverão preencher a ficha (descarregar aqui) e enviar para O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

     

    Centro para a Qualificação e Ensino do Baixo Alentejo (CQEPBA)

    Apoiar jovens e adultos na identificação de respostas educativas e formativas adequadas ao seu perfil e às necessidades do tecido empresarial; desenvolver processos de reconhecimento, validação e certificação de competências (RVCC) escolares e profissionais e colaborar na adequação das ofertas de formação e qualificação ao mercado de trabalho e às empresas; são alguns dos objetivos do CQEPBA, que inicia a sua atividade no dia 2 de Janeiro de 2014.
    Destinado a todos os que procuram uma qualificação, tendo em vista o prosseguimento de estudos e/ou uma transição/reconversão para o mercado de trabalho, o CQEPBA irá intervir ao nível do processo de RVCC escolar (Primeiro, Segundo e Terceiro Ciclos do Ensino Básico e Ensino Secundário); bem como ao Nível do RVCC Profissional, nas áreas de educação e formação para as quais se encontra certificado: Assistente Familiar e de Apoio à Comunidade; Técnico de Turismo Ambiental e Rural; Técnico de Produção Agrária; Técnico de Gestão do Ambiente; Técnico de Mesa e Bar, Empregado de Restaurante/Bar; Técnico de Cozinha/Pastelaria; Operador Agrícola – Horticultura/Fruticultura Biológicas; Técnico de Museografia e Gestão do Património.

    O Plano de Intervenção para 2014 apresenta, como prioridades, a promoção da qualificação escolar e a capacitação profissional, a integração social e a cidadania ativa, mas também estimular a criatividade e o empreendedorismo, criando redes entre a oferta formativa, os espaços escolares e as empresas.

    O CQEPBA é fruto de uma parceria entre o Agrupamento de Escolas de Mértola e a Associação de Defesa do Património de Mértola, sendo o atendimento aos jovens e adultos efetuado na sede da ADPM, encontrando-se prevista, durante o primeiro trimestre de 2014, a criação de espaços informativos itinerantes, noutros concelhos (Balcões Locais).

  • Plano de Atividades da Associação de Estudantes

    Ano Letivo 2014/2015

    Venho pelo presente informar V. Exas. que já pode ser consultado o plano de atividades da associação de estudantes para o ano letivo em curso. Consulte por favor este link.

    Com os melhores cumprimentos

    O Diretor

  • Modelos de Atas e Convocatórias

     actualizacoes

    Encontram-se disponíveis, na secção "Modelos e Logotipos" do separador "Documentos e Formulários", diversos modelos de atas e convocatórias para as diferentes reuniões dos órgãos e estruturas escolares.